• Autora: Psicóloga Ana Carina Dotto Sulzbach

Quando buscar Psicoterapia?


Digamos que as coisas na sua vida não estejam muito bem. Você não está muito confortável com as suas escolhas, ou quem sabe as suas escolhas impactam negativamente outras pessoas - isso é o que dizem. Nem sempre você concorda.

Você pode ter tido uma ou várias perdas muito dolorosas, ou viver em uma situação extenuante e sem perspectiva de melhora.

Tem mal-estar difuso, muita negatividade e talvez as coisas não tenham graça nenhuma. Ou, mesmo querendo mudar algo, você simplesmente não está conseguindo fazer nada, ou faz mil coisas, mas nem percebe.

Fica envolto em resolver problemas nem sempre seus, e os seus ficam para depois. Tem incômodos financeiros, corporais, e até mesmo jurídicos, ou convive com pessoas que possuem esses problemas e não os resolvem, ou não tem resolução.

Você pode estar sofrendo muito com brigas crônicas ou rejeição em relacionamentos ou no trabalho. Sinta raivas ou ciúmes incontroláveis. Talvez sofra com a solidão, ou com hábitos pouco ou nada saudáveis. Vive estressado, cansado, mal-humorado, impaciente.

Tem MUITO medo de dirigir, de viajar de avião, de entrar em lugares fechados/abertos, ou cheios/vazios, ou que tenham animais, ou que você esteja em evidência. Teme sair de casa. Tem uma vida limitada por tantos medos...

Você é rígido de doer a cabeça ou ranger os dentes... tem bruxismo ou problemas gástricos de origem 'nervosa'. É distraído a ponto de muitas pessoas perceberem. Muda de humor com tanta facilidade que muitas vezes não se reconhece em suas próprias atitudes com as outras pessoas.

Tem problemas na área sexual ou do prazer na vida. Ou ainda, você já toma medicamentos, tem adoecimentos físicos reais ou imaginados, ou tem (ou convive com alguém que tenha) um Diagnóstico Psicológico/Psiquiátrico, como:

- Fobias

- Fobia Social

- Transtorno de Ansiedade

- Transtorno do Estresse Pós-Traumático

- Transtorno Obsessivo-Compulsivo

- Transtorno do Pânico

- Depressão/Bipolaridade

- Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

- (Outro diagnóstico)

E também pode ser o caso de você querer que TODO MUNDO faça Psicoterapia, MENOS VOCÊ.

Você tem todo o direito de sofrer, ou não sofrer. Mas vamos concordar que TODAS as situações citadas resultam em perda de qualidade de vida. E esse fato já torna você merecedor de ATENÇÃO E CUIDADO.

Em TODAS as situações acima e em muitas outras mais, você pode buscar Avaliação Psicológica para receber a orientação de qual a melhor PSICOTERAPIA para o seu caso, e poderá implementar seu processo de tratamento com maior segurança.

#Psicoterapia #OqueéPsicoterapia #TerapiaCognitiva #Perdas #Lutos #negatividade #depressão #Medos #fobias #problemaspsicológicos #avaliaçãopsicológica #traumas #raiva

0 visualização

2017 - Site criado e mantido por Ana Carina D. Sulzbach. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Atuação em Florianópolis - SC

Sugestões são bem vindas! Envie e-mail para desafiosdoadulto@gmail.com

Pesquisa Google